Buscar Espetáculos
Buscar Teatros
Informativo
Comentários
Escolas de teatro
Festivais de teatro
Quer receber informações exclusivas? Então cadastre-se aqui!

Seu nome:
Seu email:
 

Alterar cadastro

Remover cadastro
Quer conversar com alguém sobre teatro?

Digite seu nome e entre numa sala:

Você acha que uma peça pode melhorar a auto-estima do espectador?

Entre já

teatrochik / comentários


COMENTÁRIO DO ESPETÁCULO ACREDITE, UM ESPRITO BAIXOU EM MIM
Foto de Cena
Lolô (Ílvio Amaral) é um homossexual que, ao descobrir que morreu em um acidente de carro, não se conforma e resolve voltar para a Terra. Ao cair no apartamento de Vicente (Maurício Canguçu), um machão convicto, e de sua noiva, Normanda (Luiza Ambiel), o fantasma gay vestido de camisola e pantufas brancas cria uma sucessão de confusões, principalmente depois de encarnar no corpo de Vicente e seduzir Lucas (Paulo César Ladeira), o bonitão irmão de Normanda.

Foto de Cena
A peça, de autoria de Ronaldo Ciambroni e direção de Sandra Pêra, estreou em Minas Gerais em 1998, onde permaneceu em cartaz durante seis anos fazendo estrondoso sucesso e lotando todos os teatros por onde passou, inclusive o Minas Centro, em Belo Horizonte, que possui 1.726 lugares.

Depois de uma temporada no Rio de Janeiro, onde desembarcou programado para ficar dois meses e se estendeu por um ano e meio, o espetáculo chega a São Paulo com a convidada especial Luiza Ambiel no papel de Normanda e também lotando a sala Dina Sfat do Teatro Ruth Escobar logo no fim de semana de estréia.

Não é para menos, sem ultrapassar o limiar perigoso do apelo sexual que a presença de um protagonista gay poderia causar, o espetáculo encontra o tom certo para construir as situações cada vez mais inusitadas e levar o público a boas gargalhadas.

Elenco da peça
A interpretação de Ílvio Amaral, que literalmente “encarna” o papel do fantasma de Lolô, é a grande atração da peça, com tiradas, trejeitos e entonações que mantêm o ritmo da encenação sempre no alto. Sua química com Maurício Canguçu também merece destaque pela afinação em momentos hilários, como as vezes em que o fantasma encarna o machão e ambos falam e se mexem juntos com a mãozinha desmunhecada ou nas passagens em que Lolô enlouquece os eletrodomésticos da casa para assustar os vivos.

Para quem gosta de uma comédia bem feita e despretensiosa para descontrair, Acredite, um espírito baixou em mim é uma boa opção.

10/07/2005

Juliana
juelias83@hotmail.com

O Pai

Terapia Sexual, Um ato de amor
APOIOPATROCÍNIOAPOIO
homeestréiasespetáculosteatrosingressosentrevistasgaleriahistóriacomentárioscadastros
contato | política de privacidade | nota legal
 
Copyright © TeatroChik - Tudo sobre o teatro brasileiro