Buscar Espetáculos
Buscar Teatros
Informativo
Comentários
Escolas de teatro
Festivais de teatro
Quer receber informações exclusivas? Então cadastre-se aqui!

Seu nome:
Seu email:
 

Alterar cadastro

Remover cadastro
Quer conversar com alguém sobre teatro?

Digite seu nome e entre numa sala:

Você acha que uma peça pode melhorar a auto-estima do espectador?

Entre já

teatrochik / comentários


COMENTÁRIO DO ESPETÁCULO MANUAL PRTICO DA MULHER DESESPERADA
Elenco da peça

"Bom espetáculo, sem dúvida fará o público rir, mas peca pelas interpretações caricatas."

Conhecer um pouco do texto de Dorothy Parker é sem dúvida um grande motivo para ver o espetáculo "'Manual prático da mulher desesperada" que estreou em São Paulo no última sexta-feira, dia 21 de maio. Dorothy era membro do famoso Vicious Circle, e reunia-se diariamente em animados debates com os intelectuais do seu tempo, sempre tomando whisky em xícaras de chá (sua marca registrada) era crítica literária e roteirista de cinema e escritora de poemas e contos, sua obra, não muito vasta, mantêm-se atualíssima até os dias de hoje, seus textos sempre falam da tristeza e da amargura humana, com suas contradições ridículas e suas hilárias futilidades.

Com o fabuloso texto, os atores Adriana Birolli e Alex Barg têm nas mãos a faca e o queijo, e fazem com que o principal aconteça, "arrancam" gargalhadas do público. A palavra "arrancam" nesse caso quer dizer que eles fazem de tudo, de tudo mesmo, para não perder uma piada mesmo que isso signifique  ter que cair no exagero de uma interpretação.

Elenco da peça

A peça começa na platéia, enquanto Isabel está se arrumando, é sábado a noite e a moça espera ansiosa um telefonema, um telefonema que nunca toca. O cenário é funcional e trabalha com harmonia com a luz, os figurinos são bonitos, todos de grifes famosas, mas seriam mais funcionais se fossem mais simples, já que a atriz demora muito tempo entre uma cena e outra para trocar de roupa, e enquanto isso acontece o público é convidado à assistir projeções, algumas delas são  realmente muito boas, já outras nos deixam a sensação de que só estão lá para que possa acontecer a tal troca de figurino. A roupa deve trabalhar em favor do espetáculo, mas nesse caso por mais bonito que seja o vestido que Adriana usa nas cenas ele trabalha contra o espetáculo.

A preparação corporal é surpreendente, e os atores mostram muito vigor na cena em que Isabel encontra-se com um desconhecido numa boate e os dois dançam os mais variados ritmos. A projeção da voz também é impecável, o texto é rápido, certeiro, afiado e as vezes verborrágico, mas nenhuma palavra parece ser perdida ou desperdiçada. É um bom espetáculo, sem dúvida fará o público rir, mas peca pelas interpretações caricatas.

Por: Guilherme Junqueira
coroinhadopadre@hotmail.com

Este espetáculo já saiu de cartaz
O Pai

Terapia Sexual, Um ato de amor
APOIOPATROCÍNIOAPOIO
homeestréiasespetáculosteatrosingressosentrevistasgaleriahistóriacomentárioscadastros
contato | política de privacidade | nota legal
 
Copyright © TeatroChik - Tudo sobre o teatro brasileiro