Buscar Espetáculos
Buscar Teatros
Informativo
Comentários
Escolas de teatro
Festivais de teatro
Quer receber informações exclusivas? Então cadastre-se aqui!

Seu nome:
Seu email:
 

Alterar cadastro

Remover cadastro
Quer conversar com alguém sobre teatro?

Digite seu nome e entre numa sala:

Você acha que uma peça pode melhorar a auto-estima do espectador?

Entre já

teatrochik / comentários


COMENTÁRIO DO ESPETÁCULO AMIGAS, PERO NO MUCHO
Elenco da peça
“AMIGAS, PERO NO MUCHO”:
JUNÇÃO DE TALENTOS!

À frente da Empresa Morente Forte Comunicações, responsável por dinâmicas produções, divulgação e inúmeras vezes administração, Célia Regina Forte respira teatro dia e noite.

Por isso não surpreende que tenha se revelado uma excelente escritora, uma notável dramaturga. Estamos falando de sua obra, ”Amigas, Pero No Mucho”, cartaz do Teatro Renaissance com apresentações às sextas e sábados, às 24h00. Desde a estréia o espetáculo vem fazendo grande sucesso. Notaremos que há inúmeras motivações para a receptividade por parte da crítica e público. O texto é realmente uma surpresa.

Antes de chegar ao palco, a peça foi lida e analisada por vários nomes.

A primeira leitura pública realizada no teatro do MASP, provou que estava nascendo um novo talento na dramaturgia. Célia Regina Forte já fora inspirada pelo tema e situação; quatro mulheres para falar de suas experiências de vida, dos seus amores, frustrações, mágoas, alegrias, realizações e claro, a exposição de todas as grandezas, fragilidades e dimensões humanas. Depois da última leitura e reações por parte do público, a obra já estava aprovada. Só faltava escolher elenco, diretor e equipe.

Elenco da peça
Numa bem sacada linguagem de marketing, eis que os papeis foram entregues a quatro notáveis atores. Criou-se uma grande expectativa em torno da montagem. Como o elenco masculino ia se safar de tamanha responsabilidade? Sabemos que o fato de atores interpretarem papéis femininos não é novidade. No milenar “Nô” chinês, utilizando máscaras os atores interpretam todos os papeis, ”Quanto mais quente melhor”, com Toni Curtes, Jack Lemon é considerada uma das melhores comédias. Ou “Tootsie” com Dustin Hoffman, lançando mão de uma façanha que deu certo. Na falta de oportunidade, caracterizou-se de mulher em busca de trabalho. Enfrentou situações hilárias, mas deu certo. No cinema havia o recurso da maquilagem e dos figurinos apropriados. Como seria na versão de “Amigas, Pero No Mucho”? Por sugestão da autora e a escolha do notável diretor José Possi Neto que além de dirigir magnificamente bem, foi o criador dos figurinos e optou por um grande achado, uma renovação: os intérpretes não utilizariam maquilagem. Um detalhe curioso. Nada de cores fortes, figurinos na cor preta. A única característica que o elenco dispõem são as perucas que definem a linha das personagens valorizados pelo cenário de Jean-Pierre Torti, notável por sinal e a criativa iluminação de Wagner Freire.

Sintonizados com a direção de José Possi Neto, o rendimento dos intérpretes é notável.

Leopoldo Pacheco um dos melhores intérpretes de sua geração e já com trabalhos marcantes no teatro e televisão, está por inteiro no palco. A riqueza de nuances de Débora e a profundidade de sua psicologia nos atinge em cheio. Nenhum gesto afetado ou caricato; o talento fala mais alto. Elias Andreato de experiências notáveis, tira partido cômico em sua criação com detalhes enriquecedores. Engraçado sem ser caricato, acreditamos em Fran.

Sara, a executiva na interpretação de Cláudio Fontana, complexa e cheia de nuances, foi assimilada pelo ator. Ramis Ferreira impõe verdade numa personagem insegura e carente, resultado de uma vida faustosa no passado e agora com sua van, levando crianças à escola. Como sempre, flagrante e criativa as expressões corporais de Vivian Buckup.

Na verdade uma encenação que engrandece a cena brasileira graças à produção da Cult Empreendimentos e da Morente Forte Comunicações.

Jornalista – MS 4737
Hilton Viana



O Pai

O marido da minha mulher
APOIOPATROCÍNIOAPOIO
homeestréiasespetáculosteatrosingressosentrevistasgaleriahistóriacomentárioscadastros
contato | política de privacidade | nota legal
 
Copyright © TeatroChik - Tudo sobre o teatro brasileiro